A mulher-a-dias
faz dias que não vem.
Perdeu a conta às horas
e meses que um dia tem.

O tempo que passou
passou a ferro.
A roupa que lavou
tingiu de negro.

Viu o dia perecer,
a dançar no vendaval,
como um pano amarrotado
que se esquece no estendal.

Vídeo incorreto?