Eu, tão minha
Na sua
Você, tão seu
Que nem me percebeu

Posso até ficar
Uma vida inteira só
Mas vou sem fantasma algum
Ninguém nesse lugar comum

Eu, Tão sua
Na minha
Você, tão seu
Que nem me viu doer

Sob o mesmo teto, eu no chão
Sobre a mesma cama, dois
Não olhou pro lado
Sequer me estendeu a mão

O seu amor
Louco, distraído
Nem sempre bonito
Mas me cai tão bem

O seu amor
Eu já não duvido
Me dou por vencido
Com essa droga de vício

Vídeo incorreto?