Na noite prata, a estrada plana
A lua brilha nua e branda
No alto vai, derrama a luz do céu

À tarde, cruzo a linha urbana
Um porto, um canto, um novo som
Eu sei levar a vida assim de tom em tom

Na onda clara, estrada afora
O meu destino é agora
Aonde me levar a minha voz, eu vou

Lá, lalalaiá, laiá
Lá, lalalaiá, laiá
Lá, lalalaiá, laiá
Lá, lalalaiá

Vídeo incorreto?