Manhã cedo um grito jovem sai
Em prece pelo ar benzendo chão e mar
Ecoando em cada coração
Apela pra razão de um povo de amplo amor

Meu irmão vem de voce preciso
Dê-me sua mao sigamos essa voz
Olhe pra tras pra ver a multidao que vem

É que o povo acolhe vê
Que o mundo é seu
E nas mesmas ruas
Onde faz a festa hoje mão na mão
Faz o cordão do amor
Canta canção da paz
Não se cala mais

Abre o peito e grita
Sente que venceu
Quase chorando e junto a seu irmão

Cai a noite e a multidão se vai
No ar ficando a voz de quem pediu amor
Sonhos, cantos,armas desse amor
Por onde a gente andou igual há de ser

É que o povo acolhe vê que o mundo é seu
Peito aberto sente que venceu

Vídeo incorreto?