Sábado triste tarde sem sol
Reflete em minh'alma um passado de dor
Num sábado assim também nesta hora
Perdi para sempre a ilusão do amor

Na igreja eu estava esperando minha noiva
Sentindo a emoção calar minha voz
Marcando os minutos da sua demora
Ansioso que órgão tocasse pra nós

Porém o destino mudou minha sorte
Cruel desventura mandou para mim
Em lugar da noiva chegou um bilhete
Escrito por ela dizendo assim:

"Perdão pelo meu mesquinho papel
Se não compareci a igreja
Para realizar nosso casamento
Foi para não ser uma esposa infiel
Para fazer o que fiz várias vezes pensei
Faltou-me coragem para lhe dizer pessoalmente
Mais na realidade nunca lhe amei
Para não lhe fazer de palhaço duas vezes
Tive que assim prosseguir
Irei para os braços da pessoa que amo
O pai do meu filho que está pra nascer."

Naquele momento meu mundo caiu
Senti a derrota jogar-me ao chão
Cravando pra sempre em minha memória
O sábado triste da desilusão

Vídeo incorreto?