Parado numa esquina
Comecei a observar
As curvas de uma menina
O seu jeito de andar
Fui ao encontro dela
Com a intenção de conhecer
Me apresentei a ela
E ela não quis saber

Saber o quê
Saber pra que
Saber como fazer
Fazer o quê
Fazer pra quê
Se ninguém quer saber

Me vi num grande aperto
Sem dinheiro pra comer
Peguei um jornal velho
Pedi pra um chegado ler
"aqui tem um emprego
Coisa fácil de fazer
Só tem algumas coisas
Que você tem que saber"

Não sei de quem é a culpa
Dizem de uns cara aí
De não ter tanta chance
De aprender e de sorrir
Depois de uma vida
Eu posso lhe dizer
Que sempre tive a cura
Só agora vim saber

Saber escrever
Saber olhar
Saber ouvir e conversar
Saber comer
Saber falar

Saber sentir, o que é amar

Vídeo incorreto?