Sentado num banco de trás do autocarro
O pensamento voa, ando distante com a cabeça na lua
Dias cinzentos são aqueles que atravesso
Estradas como as águas do Rio Douro no Inverno
Que observo pela janela,
Onde bate a chuva,
Tento ser forte, mas é tanta coisa junta!
Ás vezes parece que cai tudo ao mesmo tempo,
O medo de falhar torna-se mais intenso
Trago no meu coração, a minha bússola
E peço a Deus que me proteja e me conduza
E nesse caminho muitas vezes já caí
Toda a gente erra, mas eu nunca me desiludi
Sei que custa à brava levantar,
E sei que muitas vezes é mais fácil não continuar,
Mas há sempre uma voz que nos diz,
Segue essa vontade de querer ser feliz...
Uma dimensão do esforço que tu fazes,
Muitas vezes sem razão, muitas vezes são fracassos
Força de vontade, aquilo que nos faz mexer,
Completa a nossa vida, dá-nos razão de viver
Quando algo corre mal, vais ao chão
Mas bem dentro de ti tens a força,
E dás a volta há situação...
Quantas vezes, já tu não pensas-te,
Que desta não passavas
E no fim te safas-te
Então, em ti, tu sentes essa vibração,
Todos nós temos força para encontrar a solução, meu irmão
Se tudo não passa de um senão, tens a força para vencer
E ninguém te vai dizer que não.
Há noites em que acordo,
Fecho os olhos e imploro, para que
O dia que se segue,
Comece dum outro modo...
Os problemas continuam a aparecer eu ignoro,
O sentimento é de angústia e por vezes até choro...
Mas logo me apercebo que com lágrimas,
Eu não me afogo, não resolvem
Incertezas que eu coloco, situações que surgem,
Situações que eu provoco.
A diferença é tão nítida
Que eu já nem sequer noto, mas não me importo
Porque por dentro até suporto.
A vida é minha, foi-me dada e
Olha que eu não troco, vivo o dia-a-dia
Como se fosse um novo episódio,
Uma novela em que tu entras e
Basta seres só tu próprio,
Esquece os erros, enfrenta os medos,
Guarda os segredos, partilha e aproveita
Todos os teus bons momentos
E ouve a voz que te diz
Segue essa vontade de querer ser feliz.
Inspiração, tenho sentido saudades de estar contigo,
Eu tenho tentado falar, mas não consigo.
Ultimamente, nem para mim tenho tempo vê lá,
Quero parar para pensar, mas simplesmente não dá.
Neste momento, o destino, foge do caminho,
Cada vez mais amigos, cada vez mais sozinho...
Mais pressão, menos paz,
Dor e menos vida,
E cada hora é mais uma hora perdida.
Mas vou andando por este trilho escuro,
Pedindo uma luz, que ilumine o meu futuro,
Não vou baixar os braços,
Não vou desistir assim,
Vou procurar maneira de ter o que eu sonhei para mim,
Felicidade só é atingida, em momentos escassos
Como um pai ver o filho dar os primeiros passos,
Eu dou os meus, porque sempre assim o fiz,
Seguindo aquela voz que me diz para ser feliz.
(...)

Vídeo incorreto?