Perder e aprender é só mais um sonho na navalha
Levantar e sorrir é mais um dia de batalha
Vencer e ver grandes certezas que o vento leva
Lembranças que o tempo não apaga
Tatuagens de pensamentos cicatrizes de emoções
Caminhar sozinho sobre pedras e brasas
Sobre cabeças e almas caráteres e corações
Se agarrar à árduas esperanças
Se afogar em lágrimas como criança
Na minha vida algo se quebrou
No meu reflexo alguma coisa mudou
No meu íntimo você acabou
Gestos e toques que se perdem sem esperar
Quanto tempo isso vai durar
Tempo em que o tempo tem pressa de passar
Pressa que me arrasta pressa que não me deixa respirar
Chego a sufocar com tanta solidão
Mas acredito tudo está sujeito à mutação.

Vídeo incorreto?