Tenho sede
Sede quando canto
Choro e bebo o pranto
Que o coração pede
E na rede
Embalando o sonho
Distâncias transponho
Que o amor não mede
Sou feliz
Quando enfim componho
Que a canção que eu fiz
Em nenhum momento
Diz que o sofrimento
Pode nos calar
Brilham sóis
Na luz da manhã
E a tua voz
A cantar por nós

Vídeo incorreto?