Eu não preciso de ninguém
Eu não preciso de ninguém
E é só comigo que eu preciso me dar bem

Eu não preciso de ninguém
Eu não preciso de ninguém
Já sei fazer meus afazeres muito bem

O Zé que era um cara bacana
Matou a esposa e o amante também
O Júlio seguindo a Amanda
Perdeu a cabeça no trilho do trem

E o Pedro e o Sérgio e o Carlos
Agora só vivem a choramingar
Porque tem azar no amor
E no jogo o que resta é só se lamentar

Então eu não vejo motivo
Pra ficar com ela, você nem ninguém
Pois sozinho eu vou muito bem

Eu não preciso de ninguém
Eu não preciso de ninguém
Essa história não parece fazer bem

Eu não preciso de ninguém
Eu não preciso de ninguém
E nem adianta vir tentar me convencer

A Ana levou meu cachorro
Meu jogo de damas e o televisor
A Rita mandou telegrama
Dizendo que amava alguém no equador
E a Bia errava o meu nome
Pedia desculpas e errava outra vez
E eu perdoava uma a uma
Dizendo "faz parte, acontece meu bem"

Por isso eu insisto
Em viver tão sozinho
E dizer que isso é solução
Pois não tenho mais coração

A Ana levou meu cachorro
Meu jogo de damas e o televisor
A Rita mandou telegrama
Dizendo que amava alguém no equador
E a Bia errava o meu nome
Pedia desculpas e errava outra vez
E eu perdoava uma a uma
Dizendo "faz parte, acontece meu bem"

Por isso eu não vejo motivo
Pra ficar com ela, você nem ninguém
Pois sozinho eu vou muito bem

Vídeo incorreto?