Teu olhar agudo me espreita
Em algum canto do planeta
Quem sabe em Genebra
Isso tudo se conserta
Quem sabe em Singapura
Seja descoberta a cura
Quem sabe Paquistão
O antídoto do não
Quem sabe algum dia
Numa rua da Bahia
Tudo tenha solução
Tua antena é quem me chama
Em algum ponto dessa cama
Quem sabe desta vez
Eu sintonize o teu canal
Quem sabe teu veneno
Já não mais me faça mal
Quem dera eu transformasse
Solidão em carnaval
Quem sabe algum dia
Numa praça da Bahia
Nada mais esteja mal.

Vídeo incorreto?