Do outro lado tem alguém
Que não consegue atravessar
Três batidas, um segredo
Tão difícil de falar
Mas é tão simples também
Eu podia ajoelhar
Te chamar com toda a força
Não ia te acordar
Não ia ter ninguém
Mas eu posso te esperar
Outra noite, outro dia
A chuva nem precisava parar
Se fosse morna já me bastaria
Três sombras, três punhais
E uma cama vazia
Tuas lembranças, teus sinais
Não vão me acordar
Não ia haver ninguém

Vídeo incorreto?