Teus Dedos tocam meu pensar
Carinho em minh'alma
Sossega e acalma minha vida agitada
Sua presença me acolhe
Não vou embora
É sua essa hora, estou nascendo

Adorarei, Espírito Santo
Fogo Suave e abrasador
Doce hóspede da alma

Meus olhos cantam ao chorar, arrendida
Ovelha fugida, querendo voltar
Receba o canto que lhe dou
Colhe as palavras saudosas
Na alma sedenta de amor

Vídeo incorreto?