Era pra eu mudar o mundo inteiro ao meu redor
Era pra gritar o que ninguém ainda escutou
Era pra ser bom ou pra ficar muito melhor
Era pra voltar o tempo que ainda não passou

Como, hei de partir
Aprisionado nas canções
Se sou o escravo das suas ilusões

Era pra chorar o leite que se derramou
Desligar a luz que jaz no fim do corredor
Era pra comer o pão que o diabo amassou
Destruir o sonho enfeitiçado pelo amor

Como, hei de partir
Aprisionado nas canções
Se sou o escravo das suas ilusões

Era pra aprender a não necessitar de alguém
Descobrir o meu lugar ao sol nesse jardim
Era pra escolher e ser escolhido também
Distrair o medo, a dor, a dúvida e o fim

Como, hei de partir
Aprisionado nas canções
Se sou o escravo das suas ilusões

Vídeo incorreto?