Pontes queimando


Pontes queimando alegremente
Fundindo-se com as sombras
Agitando-se entre as linhas
Momentos roubados que flutuam suavemente no ar
Nascidos nas asas do fogo e escalando as alturas
Laços antigos estão se quebrando
Se movendo e trocando de lado
Sonhando com um novo dia
Ponha de lado o outro caminho
Visões mágicas se mexendo
Ardido e chamas queimando sobem nos olhos dele
A porta está entreaberta
O muro que já foi alto
Além da gaiola dourada
Além do alcance de gravatas
O momento está à mão
Ela rompe a faixa dourada