Desejo Inevitável
Neimar Luiz


Quero andar nas multidões
Escrever cartas anônimas
Para o Presidente dos Lixeiros
Abrir a janela e deixar a chuva molhar
Fazer Vestibular e reprovar
Fazer a Faculdade de Direito dos Ladrões

Ligue o seu rádio e ouça uma canção
De amor, drogas e paixão
Com o vento o telhado pode desabar
Com o vento o telhado...

Vou furar o CD de tanto escutar a mesma música
Rasgar os contratos Nacionais
Viver como um cachorro no olho da rua
O olho que enxerga tudo em todo lugar
Desejo Inevitável pairado no ar

Ligue o seu rádio e desenvolva a repetição
Do anúncio publicado na 1º edição
Com o vento o telhado pode desaparecer
Com o vento o telhado...

Vestirei uma calça rasgada
Por mordidas de cães famintos
Que fugiram de uma guerra
Durante uma refeição no Vietnã
O estrondo de uma bomba atingiu o quarteirão
Destrua a sua casa ou morra de paixão

Ligue o seu rádio
Ligue o seu carro
Ligue o seu coração
Ligue a sua vitrola
Ligue e não desligue
Pegue a escada rolante
Para não tomar
Para não tomar... o elevador

Vídeo incorreto?