Não paro de imaginar, como poderia ser,
Num estante as coisas mudam de lugar,
De outro já não sei se é pra ser.

Mas o que sei, é que não posso apagar,
A lembrança e o medo de perder.
Momentos em que tive que esperar,
Uma resposta pra poder entender.

E é tão bom, reviver, pensar em nós,
E é tão bom, ouvir a sua voz.

A vida inteira eu procurei,
Algum motivo pra não entender.
Não sei se é tarde, mas mudei,
Mas diga, que ainda, pensa em nós.

Eu tenho tanto pra mostrar,
Tantos motivos pra voltar atrás.
E não esquecer dos nossos erros,
Quero esquecer, quero entender.

A vida inteira eu procurei,
Algum motivo pra não entender.
Não sei se é tarde, mas mudei,
Mas diga, que ainda.

Confesso que eu não pude ver,
Como foi te perder.
Você é o que eu quero,
Me faz ser quem eu sou.

A vida inteira eu procurei,
Algum motivo pra não entender.
Não sei se é tarde, mas mudei,
Mas diga, que ainda, pensa em nós.

A vida inteira eu procurei,
Algum motivo pra não entender.
Não sei se é tarde, mas mudei,
Mas diga, que ainda, pensa em nós.

Vídeo incorreto?