Cacildz, cacildz, a parada tá sinistris
Tão tomando muito mé, exagerando na biritis
Cacildz, cacildiz, o povão tá estressado
O bom humor ficou de lado e todo mundo quer caflits
Cacildz, cacildz, o amor já não é febre
Quando você já não serve metem o pé no seu forevis

Cacildz, cacildz, um inesquecível samba
Salve mumu, nosso legítimo bamba
Todo morro canta e sente saudades
Obrigadis pelas alegrias de dominguis
Eu choro sorrindis, eu choro sorrindis
Forevis mussum, forevis cacildz
Eu choro sorrindis, eu choro sorrindis
Forevis mussum, forevis cacildz

A molecadis, os tiozão, as tiazinhas
Esperavam ansiosos pelas trapalhadas do quarteto da pesada
Era só risada, quando o mussa entrava a turma da poltrona delirava
Lembra quando o zóio do zaca cirava, o dedé sempre se molhava
O didi chamava na porrada: é caflitis
É de repente, do negrão saia aquele gritis: cacildz
Aquela capoeira desengonçada, as ampolas do suco de cevada
Nada de caô, firmeza totalzis falador passava malzis
Saudosas raizis, incontáveis noites de domingos felizes

Cacildz, cacildz, um inesquecível samba
Salve mumu, nosso legítimo bamba
Todo morro canta e sente saudades
Obrigadis pelas alegrias de dominguis
Eu choro sorrindis, eu choro sorrindis
Forevis mussum, forevis cacildz
Eu choro sorrindis, eu choro sorrindis
Forevis mussum, forevis cacildz

Sem tempo ruim e sem problema, antonio carlos era astro de cinema
Só block buster, arrasa quarteirãozis
Nos setentis, nos oitentis e também nos anos noventis
Num tinha concorrentis, é trapalhão na cabeça
Sempre com o toque especial do sambista original
Carioquis da gema genial, muita tretis, ele era ziquis
Eu seibem do que tô falando, aquilo sim era malandro
Doutor da estação primeira, imortal patrimônio da mangueira
Mestre do riso, seu humor tá vivo, o negro é lindis
Que falta cê faz no mundo dos vivis

Cacildz, cacildz, um inesquecível samba
Salve mumu, nosso legítimo bamba
Todo morro canta e sente saudades
Obrigadis pelas alegrias de dominguis
Eu choro sorrindis, eu choro sorrindis
Forevis mussum, forevis cacildz
Eu choro sorrindis, eu choro sorrindis
Forevis mussum, forevis cacildz

Quem não voou no trapa-coptero?
Quem não chorou no filme triste?
Em que didi ficava só no final
Serra pelada foi fenomenal
Os saltimbancos foi sensacional
No país dos macaquis, ou atrapalhando a suatis
Tudo tinha suas marquis, era indispensávis
Era energizantis, pele negra cativantis
Só gírias das mais marcantis
Vindis da espécie humorista gigantis
Foi monstris, fumaça era foguiz
Nego loquiz, era doids, mó maluquiz
Por isso nós te amamos muitis, nunca será esquecidis
Obrigadis por fazer nossos corações felizes

Cacildz, cacildz, um inesquecível samba
Salve mumu, nosso legítimo bamba
Todo morro canta e sente saudades
Obrigadis pelas alegrias de dominguis
Eu choro sorrindis, eu choro sorrindis
Forevis mussum, forevis cacildz
Eu choro sorrindis, eu choro sorrindis
Forevis mussum, forevis cacildz

Ao bam bam bam que sempre vinha antes do fantástico
E que também era fantástico, sangue bãozis, incomparáviz e uniquis
Nossa homenagem e reconhecimentis
Wow, salve mumu
Calcildz, calcildz, vamo dar mais risadis
Aproveite a festa, eternize as amizades
Põe comédia na sua vida e viva mais alegre
Forevis, forevis, forevis and evis,

Vídeo incorreto?