Tanto faz dançar
Xaxado como rumba
Tudo isto mexe a bunda
E a gente fica freguês
No frenético bailado
Tem bongô e tem zabumba
Na quizumba bem bolada
É que se acaba a insentatez
Na parada a gente sonha
Como nunca
Pelos cantos com a cabrunca
A gente pira de uma vez
Só sentir seu corpo
Quente na penumbra
É que a gente
Esquece o salário do fim do mês
Se o gatilho disparar
Dispara também meu coração
Tanta coisa vai subir
Vai irrigar o meu sertão
Vou plantar minha mandioca na avenida
Serra Preta,Baixa Grande e o meu Camisão.

Vídeo incorreto?