Eu preciso, de uma boa transação
Para enfeitar a minha nêga
E o meu barracão (Eu preciso)

Eu preciso, de uma boa transação
Para enfeitar a minha nêga
E o meu barracão

Eu nasci no morro
Sou preto, sou pobre, mas sou gente
Eu não tive estudo
Mas a vida me deu de presente
Uma nêga, que me chama "meu amor"
Que me faz carinho, e cafuné

Por ela dou mil trambiques,
Mas no meu barraco, não falta filé. (Eu preciso)

Eu preciso, de uma boa transação
Para enfeitar a minha nêga
E o meu barracão

Sou um operário
Eu batalho na fábrica, pra viver
Vivo de salário
Eu sou peça da máquina, de morrer
Minha nêga, é quem me dá aquela força
Então, estufo o peito e vou em frente e firmo o pé

Por ela dou mil trambiques
Mas no meu barraco não falta filé, eu preciso

Eu preciso, de uma boa transação
Para enfeitar a minha nêga
E o meu barracão,...

Vídeo incorreto?