Diz que é mentira
Que o planeta não tem jeito
Que só resta o Apocalipse
Um furacão que aterroriza
Teu futuro temperado de ilusão
Então eu juro e desconjuro
O mau augúrio propagado pelo mundo
Na contramão do contratempo
Atravessando mais um tempo nesse vão

Tão fulgaz
Que mais dia menos dia alcança
E não quer mais

Tão voraz
Rodopia e traz numa folia
Guerra e paz

Tão atroz
Que incendeia a rua, a lua cheia
Outros sóis

Tão veloz
Desafia e fia a nossa teia
Nossa voz

Vídeo incorreto?