Um choro manso me liga nas ondas do vento,
Fortalecendo de novo nossos sentimentos,
Veio afirmar nosso canto afinando esta voz,
Com eterno da saudade entre nós.

Mar e montanha rearmam a lona do tempo
Outra conversa, promessa de um novo encontro,
Onde hei de falar pouco, te ouvindo encantar
O silêncio de aprender como é amar.

Que poesia é ela
Capaz de sintetizar
A vida nesta façanha tão louca e terna
Que juventude é essa
Que fala com o coração
Das coisas simples da vida
Esquecidas num campo da razão

Vídeo incorreto?