Deixa eu te contar
Das coisas que vivi
De tanto que aprendi
Distante de você

Deixa eu te falar
Do gosto que senti
Lembrando desse mel
E a chuva que caiu

Esta obsessão
Que tenho em te querer
É um vício da paixão
Que insisto em não perder
Definho nesse mal
Feito um amor que entardeceu

Tento disfarçar
Mas perto de você
É duro resistir
Ao brilho desse olhar

Perco minha voz
Escondo minha mão
Só penso em poder
Tocar seu coração

Sei que é natural
Seu medo em reviver
Ter que recomeçar
Arriscando sofrer
Mas tem que admitir
Que o nosso amor sobreviveu

Vídeo incorreto?