LÉ hoje que eu dou um bolo nela
Mais tenho motivo para não ir lá
Eu sei que ela vai ficar na espera
Quando a madrugada é bela
O samba vem me chamar

Se chego mais cedo, ela fica na dela
Me beija na boca, me põe o jantar
Se chego mais tarde, ela está na janela
Lá vem bate-boca, lá vem blablablá
Me nega um chamego, me nega um carinho
E como uma louca, começa a brigar
Mas hoje tem samba e só tem gente bamba
E eu que sou do samba, não posso faltar

Se brigo com ela, ela acende uma vela
Até faz promessa, começa a rezar
Já sabe que eu sou parado na dela
Mas que sem o samba, não posso ficar
Me chama meu nego, me chama benzinho
Faz tudo certinho só pra me agradar
E eu pego a viola e sigo meu caminho
Pois nasci no samba, não posso negar

Vídeo incorreto?