(Samba de Arerê)

Meu samba tem muito axé
Quer ver, vem dizer no pé
Escute o som do tantã
Tem samba até de manhã
Pra curar o desamor e a tristeza afastar
Você que nunca sambou
Se liga, tem que sambar
Meu samba é de arerê
Quem samba não quer parar
Na hora do vamo vê
Meu samba é ruim de aturar
Tem o dom de resolver, deixar tudo
no lugar
Você que nunca sambou
Se liga, tem que sambar

Vem ver, meu povo cantar
Vem ver, meu samba é assim
Amor, você pode provar
Mas deixe um pouquinho pra mim

(O Simpático)

Com marra de cão, tem um vacilão
De bobeira no movimento
Sei que tá marcando, a massa tá sacando
Tamo ligado no procedimento
Simpático é do bruto não é do justo,
Dos irmãos não se desfaz
Errado vira certo, se acha esperto
Só fortalece quem tem mais
O tempo é o remédio e proceder se
mostra no dia-a-dia
A caozada, a simpatia está virando
epidemia
Eu falei uma vez: "Estou muito bolado"
e novamente vou falar
Pra curar safado, é bom tá ligado
Vacina é bala de AK
Por isso que eu digo, cuidado comigo
Meu bonde bolado é um perigo
Comédia fodido, garoto metido
é cartucheira de bandido
Porque
Ele vive na sombra do patrão
Agradar vagabundo é sua profissão
Confunde ganância e ambição
Simpatia, comédia e vacilação
Ô simpático, pará de formar caô

Vídeo incorreto?