Refrão:
Escrevi o nome dela
E botei na boca do sapo
Essa menina ta no papo
Essa menina ta no papo

Vou fazer muita mandinga
Pra ganhar o seu amor
Já tenho farinha e pinga
Pra encruzilhada já vou
Falta uma flor do campo
Vou acha-la no caminho
To de bem com qualquer santo
Eu não vou ficar sozinho

Refrão:

O meu nome e o nome dela
Eu joguei na corredeira
Eu peguei uma tijela
E pus debaixo da goteira
Eu mesmo fervi a água
E fiz um chá de bem querer
Adocei com o meu beijo
E dei pra ela beber

Refrão:

Pisaram na flor do campo
Ela ficou amassadinha
Alguém tomou a pinga
Outro comeu a farinha
Quem bebeu o chá tirou
O nome da boca do sapo
A corredeira secou
E a mandinga foi pro saco

Refrão:

Não vou mais fazer mandinga
Esse trem só dá errado
Acho que o santo se vinga
Por ter sido incomodado
Vou jogar o meu xaveco
Vou confiar no meu taco
Mas se eu não ganhar o treco
Vou correndo atrás do sapo

Refrão:

Vídeo incorreto?