Num vazio de terra semeia o sonho
Em confins do mundo onde habita

Espera que as flores
Brotem dos copos d'água
Espera que as flores
Brotem do nada, do pólen

Pega a surpresa que o sol deixou
Debruçada nesse galho seco

E rega de beijos
Aquele em quem tem amor
E rega de beijos
Aquele em quem tem amor, desejo

Sede se mata a goles pequenos
Com gotas de sereno

Vídeo incorreto?