Contemplo o tempo da sabedoria, perspicácia sem ousar da audácia, remédio que não acha na farmácia, sem cura sem bravura só os sábios usufruem, passagem obrigatória e nessa lei não constitui, contribui pra quem não tá no meio não entupo minha mente de conhecimento alheio, cheio de ilusões, só o nada leva, observa até melhor quando rega o cérebro conserva, sem conserva reserva ou titular não quero muita coisa também quero um bom lugar, Curitiba, terra de ninguém pode ter seus defeitos mas aqui me sinto bem sem porém, nada é perfeito os venenos vem após diz que é santo e é algoz tá por aí mas é nenhum de nós pela voz, pelo silêncio e pelo canto se não entende é disso aqui que eu tô falando

Outros trilhos, outro caminho, mesmo lugar em taças de champanhe a brindar, vida pra viver cada amanhecer que nasce sorriso na face purifica a alma com classe
2x

Cada dia que nasce, cada fase da vida levada a séria o critério também se for divertida, sortida em partes, artes abstratas de loucura resultando em inspirações encontrando o que procura, culturas momentâneas o vento passa e carrega alma limpa na brisa a imagem do mar que cega, energias positivas, tudo o que vem, secam todas negativas e já mandam pro além, sem preocupações mente limpa de tudo sem ser produto, produz vivendo até absurdos ouvindo gritos de mudos ecoando na floresta, ejeta a palavra mais entrando pelas frestas quando o que resta não presta só empresta neurônios fazem festa não contesta a mente aberta liberta voa pela imensidão chave da imaginação aguçando os sentidos e a audição

Outros trilhos, outro caminho, mesmo lugar em taças de champanhe a brindar, vida pra viver cada amanhecer que nasce sorriso na face purifica a alma com classe
2x

Vídeo incorreto?