Deixe-me seguir o rumo
No escuro dessa estrada nua
A minha liberdade é tudo
Eu sigo a luz da lua

Um pássaro livre
Não choca o ninho
Voa!

Não tente decifrar minha cuca
Nem queira se fazer de prisão
Te deixo esse cordão de prata
Mas não se prenda ao meu coração

Um pássaro livre
Não choca o ninho
Voa!

A minha idade é a morte
E minha vida é caminhar
Eu vivo das saudades
Que o tempo tenta apagar

Sigo sozinho
Sou pó dessa estrada
Vivo sozinho Sou tudo
Sou nada

Um pássaro livre
Não choca o ninho
Voa!

O Brilho fosco dos meus olhos
Reflete minh'alma sem crença
Na boca um gosto amargo de fel
É parte da minha sentença

Sigo sozinho
Sou pó dessa estrada
Vivo sozinho Sou tudo
Sou nada

Um pássaro livre
Não choca o ninho
Voa!

Vídeo incorreto?