Olhos assim


Ontem conheci um céu sem sol
E um homem sem solo
Um santo na prisão
E uma canção triste sem dono

Ya he, ya he, ya la he
E conheci os seus olhos negros
Ya he, ya he, ya la he
E agora sei que não
Posso viver sem eles

Peço aos céus só um desejo
Que nos seus olhos eu possa viver
Já percorri o mundo inteiro
E uma coisa venho lhe dizer
Viajei do Barein até Beirute
Fui desde o norte até o Polo Sul
E não encontrei olhos assim
Como os que você tem

Senhor dos céus, a vós rogo
Nos olhos dela vejo vida
Venho a vós, daqui deste universo
Por favor, meu Deus, respondei à minha súplica
Viajei do Barein até Beirute
Fui desde o norte até o Polo Sul
E não encontrei olhos assim
Como os que você tem

Ontem eu vi passar uma mulher
Debaixo de seu camelo
Um rio de sal e um barco
Abandonado no deserto

Ya he, ya he, ya la he
E vi passar os seus olhos negros
Ya he, ya he, ya la he
E agora sei que não
Posso viver sem eles

Peço aos céus só um desejo
Que nos seus olhos eu possa viver
Já percorri o mundo inteiro
E uma coisa venho lhe dizer
Viajei do Barein até Beirute
Fui desde o norte até o Polo Sul
E não encontrei olhos assim
Como os que você tem

Senhor dos céus, a vós rogo
Nos olhos dela vejo vida
Venho a vós, daqui deste universo
Por favor, meu Deus, respondei à minha súplica
Viajei do Barein até Beirute
Fui desde o norte até o Polo Sul
E não encontrei olhos assim
Como os que você tem

Senhor dos céus, a vós rogo
Nos olhos dela vejo vida
Venho a vós, daqui deste universo
Por favor, meu Deus, respondei à minha súplica
Viajei do Barein até Beirute
Fui desde o norte até o Polo Sul
E não encontrei olhos assim
Como os que você tem

Peço aos céus só um desejo
Que nos seus olhos eu possa viver
Já percorri o mundo inteiro
E uma coisa venho lhe dizer
Viajei do Barein até Beirute
Fui desde o norte até o Polo Sul
E não encontrei olhos assim
Como os que você tem