Posso ser rico como posso ser pobre
Posso ser um mendigo como posso ser nobre
Posso receber uma fã ou levar uma porrada
Um abraço de amor ou pelas costas facada
Posso vender uma cópia ou então um milhão
Posso andar à pé ou desfilar de carrão
Habitar numa favela ou morar numa mansão
Posso comer caviar ou arroz com feijão
Levar um tapa e oferecer a outra face
Sair no prejuízo ou se pá na vantagem
Eu posso ser humilhado como posso ser honrado
Posso ser cuspido como ser beijado
Posso viver na guerra, posso viver na paz
Posso ser um à menos, posso ser um à mais
Morrer na inteligência, reviver na ignorância
Ser sábio como velho, inocente como criança
Manso como a pomba, astuto como a serpente
Frágil como cristal, forte como corrente
Posso até cair, posso tentar novamente
Posso parar por aqui como seguir em frente
Posso desafiar, posso ser desafiado
Posso até ser derrubado, de joelhos ou sentado
Pois eu sempre to de pé em quem me fortalece
Quem quer me derrubar, esquece esquece

Tudo posso naquele que me fortalece
Tudo posso naquele que me fortalece
Eu tudo posso em quem me fortalece
Quem quer me derrubar, esquece esquece (2x)

Posso ter dinheiro, posso mendigar o pão
Estar livre nas ruas ou trancado na prisão
Honrado, envergonhado, infinito ou limitado
Com a carne sã, mas com espírito embriagado
Poderoso ou coitado, esquecido ou lembrado
Inteiro o ouro, ou em pedaços
Morto ou ressuscitado
Querido e desprezado, amado ou odiado
Aplaudido e vaiado
O primeiro do rank ou o último lugar
Estou pronto pra sorrir e pronto pra chorar
Sei como receber tanto ódio como amor
Sei que a lágrima rola por alegria ou por dor
Abraçado, espancado, clamado, caluniado
De coração quente mesmo com o corpo gelado
Posso ser considerado um verme rastejante
E posso ser temido como se eu fosse um gigante
Posso ser crucificado de cabeça pra baixo
Por amor à causa posso até ser decapitado
Morreria com a honra de quem morre em batalha
Eu luto por deus e o céu é minha batalha
A minha fé tá em jeová, ninguém pode me parar
O inimigo se prepara que eu vim pra guerrear
E eu sou sempre to de pé em quem me fortalece
Quem quer me derrubar, esquece esquece

Tudo posso naquele que me fortalece
Tudo posso naquele que me fortalece
Eu tudo posso em quem me fortalece
Quem quer me derrubar, esquece esquece (2x)

Na rocha eu to firmado, to bem posicionado
Por cristo fui treinado, pra tudo to preparado
Não sou mais um coitado, minha postura é de soldado
Se o inimigo ameaçar vai ser derrubado
A minha força e disposição vem do senhor
Quero ver quem é louco pra querer botar terror
O vento sopra bate forte e eu balanço, não caio
Se deus é por mim, já era, to sossegado
Eu to tranquilo, minha vida entreguei à jesus
Não tenho o brilho do ouro, mas onde vou eu sou luz
Seja no palco rimando pra uma bela platéia
Ou no rolê, com os truta de boa, trocando idéia
Posso ser louco pra os que me olham atravessado
Também posso ser sábio pra os que entendem o meu recado
Posso ser respeitado, conhecido na mídia
Ou viver o anonimato na periferia
Posso ser milionário, bem sucedido empresário
Ou um simples cidadão, só mais um operário
Que faz a prece, agradece o humilde salário
Conquistado com esforço de muito trabalho
Eu tudo posso, pois não confio na força do meu braço
Eu tudo posso, quando eu creio, é assim que eu faço
Eu tudo posso naquele que me fortalece
Quem quer me derrubar, esquece esquece

Tudo posso naquele que me fortalece
Tudo posso naquele que me fortalece
Eu tudo posso em quem me fortalece
Quem quer me derrubar, esquece esquece (2x)

Ele me fortalece (2x)

Vídeo incorreto?