[refrão]
Limpe o seu coração
Não se deixe contaminar
Essa é a condição
Pro bem reinar
Pra iluminar
Peço perdão a todos que eu já fiz chorar
Que eu fiz chorar

Intolerante,
A mágoa que senti me fez distante, incapaz
Nossos olhos já não se encontram mais
Hoje eu tenho o meu, sei que você tem o seu
Já deu no que deu
Quem ta junto já percebeu que ficou tudo na mão de deus
Que ele me cale se o que eu digo é em vão
Que na vida isso não vale
Conheço muita gente tenho outras pra conhecer
Muitos só sabem ganhar são poucos que sabem perder
E eu tive que aprender
Que tudo pode acontecer
Eu lembro de você quando te ouvi dizer
Que entre nós o que existia eu fiz desaparecer
Mas é passado
Agora eu to em outro e sigo com o corpo fechado
Sigo calado, quando errado eu reconheço
Se for pra ser cobrado disponho a pagar o preço
Tu me entendeu?
Já é um começo

[refrão]

Um passo em falso e mais um temporal eu fiz desabar
Outro ano vem, outro vai e eu nem vi passar
Me desculpa se outra vez eu te fiz chorar
Mó caô né? mas quando céu abriu eu tava lá
Cê vai dize o que? olha pra mim
Judarias judarias, judas do principio ao fim
E eu vi você negar três vezes pro espelho e duvidei
Quando o mau caiu cê tava de joelhos e eu te levantei
Ai cê esqueceu quando eu te falei: o tempo é rei
E mostra a intenção que eu subjulguei
Queria minha confiança, eu confiei
Queria ter minha liberdade, foi o que eu errei
Pro precipício eu caminhei e nem percebi
Pra que fazer promessa que eu não vou conseguir cumprir?
Uma coisa é certa: o ciclo vai voltar aqui

[refrão]

Em meio a um daqueles dias em que os ombros suportam o mundo
E o humor que não ajuda em nada racha a cara em um segundo
Da calma que já não tinha pra raiva que toma o corpo
E antes quem tava junto carrega mágoas do outro
Se encontra e não tem assunto, em um surto acaba o jogo
Igual o fogo de um casal que foi consumido em seu fogo
Eu bebo mais um trago, eu fumo mais um pouco
Pra vê se afundo as dores e me sinto leve e solto
Nego nada disso passa, não importa o que se faça
Aquelas vezes em que o bode torna o predador em caça
Caminhando na praça admirando a desgraça da minha raça no momento
Já nem ligo pro vento
Repassando a conta em si e só isso no pensamento
Peço desculpas eu lamento eu faria diferente
Mas tantas coisas acontecem que nem parece que é a gente

[refrão]

Vídeo incorreto?