Resto de esperança é o que me resta
Sinto da saudade o amargo gosto
Lágrimas que rolam e se lançam
Num abismo frio do meu rosto
Sombras que me assombram
São constantes
Sinto me morrendo pouco a pouco
Sua voz eu ouço a todo instante
Mais um dia assim e fico louca

Meu Deus por que me deste um coração
Que ama e que não é correspondido
Perdida fico nessa multidão
Sofrendo a dor de um amor perdido
Eu sei que já nem sei
Mais quem sou eu?
Agora distantes está minha esperança
Tudo o que eu quis
Deixo se perder
Morro de amor por ti querer

Vídeo incorreto?