Desde bem pequeno com os olhos fechados
Quando abriu o que ele viu o deixou atordoado
Como é triste o sentimento de quem olha para trás
Se lamenta porque o tempo não volta nunca mais
Seu coração vazio... refletia toda dor
De quem nunca sorria nunca soube o que é o amor!
Bebeu (bebeu), cheirou (cheirou), viveu (viveu)
Do jeito que sempre quis
Teve tudo nessa vida e nunca soube ser feliz
Mas agora é tão tarde e já é hora de dormir
Essa vida é tão curta e logo vai passar
Não espera a primavera e nem o dia clarear
A vida é tão curta e logo vai passar
Não espera a primavera e nem o dia clarear
Passou a vida toda na esperança de ganhar
Uma segunda chance para se justificar
E a verdade que tão perto via longe como o céu
Foi Trocada por mentiras de um mundo tão cruel

Vídeo incorreto?