Deitado num quarto escuro
Uma vela me é tudo
Uma luz ilumina meu rosto
Deitado num quarto escuro

As cinzas do meu vício voam
Ele se queima numa poça d'água
No meio de uma chuva ácida,
As cinzas do meu vício voam

Bem vindo à sua casa
Não me lembro da última vez
Você nunca mais voltou aqui
Bem vindo à sua casa
Vem vindo à sua casa
Outra vez

Deitado num quarto escuro
Uma vela me é tudo
Uma luz ilumina meu rosto
Deitado num quarto escuro

Bem vindo à sua casa
Não me lembro da última vez
Você nunca mais voltou aqui
Bem vindo à sua casa
Vem vindo à sua casa
Outra vez

Vídeo incorreto?