Eu sonhei que tu estavas tão linda,
Numa festa de raro esplendor,
Teu vestido de baile, lembro ainda,
Era branco, todo branco, meu amor!

A orquestra tocou umas valsas dolentes,
Tomei-te aos braços, fomos dançando,
Ambos silentes...
E os pares que rodeavam entre nós,
Diziam coisas, trocavam juras, à meia voz,
Violinos enchiam o ar de emoções,
E de desejos, uma centena de corações...

Pra despertar teu ciúme,
Tentei flertar alguém,
Mas tu não flertaste ninguém,
Olhavas só para mim,
Vitoria de amor cantei,
Mas foi tudo um sonho... Acordei!

Vídeo incorreto?