É lindo viajar
Nas asas de um instrumento.
Saber com a vida improvisar
Na escala da imaginação.

Tocar é transcender,
Poder voltar no tempo.
Deixar o acorde adormecer
Na pausa da desilusão.

É criar, fazer soar o som do pensamento
Com a batida do coração.
Sobrevoar o mar dos sentimentos,
O adágio do sofrer, o allegro da paixão.

A vida vai reger a eterna sinfonia
No andamento do sofrer, no contratempo da ilusão.
Tocar é harmonizar tristeza e alegria,
Em paz deixar-se torturar nas cordas de um violão.

Vídeo incorreto?