O macaquinho quando está de pilha nova
Fica todo entusiasmado, bota pra quebrar.
Abre a torneira e sai molhando a casa inteira
E o rolo de papel higiênico vai desenrolar.
Entope o ralo, fecha a porta, abre a janela
E duas tampas de panela bate até cansar.

Pula do canto de cá pro outro lado de lá
E o pula-pula segue até o sol raiar.
Se mete em todo buraco, tá com macaca o macaco,
Só fica quieto se a pilha se acabar.

Continuando, pro azar da cozinheira,
Ele vai na geladeira só pra xeretar.
Mistura ovo, abacaxi e marmelada
Com iogurte e carne assada e larga tudo lá.

Pega a toalha e põe embaixo do chuveiro,
Vira a cinza do cinzeiro pra depois soprar.
Gira a cabeça ligeiro, coçando a nuca e o traseiro,
E o coça-coça segue até o sol raiar.

Se esconde dentro de um saco,
Tá com a macaca o macaco.
Só fica quieto se a pilha se acabar.
Qua - qua - ra - qua - qua
Essa semana o macaquinho se complicou
E numa casca de banana o coitadinho escorregou.

Vídeo incorreto?