Ao Rei eterno, onipotente Deus
Que se assenta sobre os querubins
Em Sua destra estão força e poder
E faz da Terra estrado de Seus pés

Os anjos, os homens, os reis
Se prostram pra ti adorar
E confessam que Tu és Senhor
Sobre toda a Terra

Curvem-se os montes ao som de Tua voz
E se calem as nações
Rujam os mares e gritem trovões
Pra que todos saibam que
Nosso Deus é Santo

Se prostre diante do Rei
Adore a presença do Rei
Levante suas mãos e exalte o Seu nome

Curvem-se os montes ao som de Tua voz
E se calem as nações
Rujam os mares e gritem trovões
Pra que todos saibam que
Nosso Deus é Santo
Santo, Santo, Santo...

Vídeo incorreto?