Quanta tristeza eu senti naquele dia
Quando meu bem me disse adeus na estação
Naquele instante eu senti que te perdia
Caiu meu pranto ao sentir a solidão.
Não consegui pedir que ela ficasse
Pois o soluço embargou a minha voz
Só de pensar que fui tão feliz com ela
E de repente tudo acabou entre nós.

Voltes, meu bem para acalmar meu sofrimento
Já não suporto de saudade você
Darei ávida pra te ver neste momento
Te abraçar e te beijar, depois morrer.

E hoje quando o trem apita na estação
Sinto saudade no meu peito renovado
Quem sabe meu querido amor sentiu saudade
E tristemente, arrependida está voltando.
Desesperado vou até a plataforma
Mas não encontro ela entre os passageiros
Volta pra casa tristonho e desiludido
Molho de pranto a fronha do meu travesseiro.

Vídeo incorreto?