Nós fumo pro Bexiga
Festa da Querupita
Nem bem cheguemo tava o Arnesto e o Barriga
E um pá de moça bonita

O Arnesto que não é bobo, não
já declamava um poema!
Então eu disse "isso vai dar confusão
'Cê vai criar é probrema porque..."

As moça é da Mooca
Nóis semo lá do Brás
As moça é da Mooca

Num deu nem meia hora
Pro Arnesto se embebedar
Ele jogando conversa fora
Eu vendo dois brutamonte chegar

Enquanto ele paquerava as donzela
Ouvi uma voz de trovão
Gritando mais alto que a Tarantela
Os namorado, Mané e Tonhão

Das moça da Mooca
que nao são lá do Brás
As moça é da Mooca

La-la-lá, la-lala-lá, la-la-lá, la-lala-lá (x2)
One banana, two banana, three banana, four...
blabla-blabla-blabla-bla bananas any more!

As moça é da Mooca
Nóis semo lá do Brás
As moça é da Mooca

O pau comeu sorto,
foi pizza pra todo lado
Arnesto foge senão 'cê ta morto
ou então capado, castrado, esfolado

Próxima festa vê se toma cuidado
que dessa vez foi por pouco.
Na San Genaro vamo disfarçado
P'ra fugir dos namorado louco

Das moça da Mooca
que não são lá do Brás!
As moça é da Mooca...

Vídeo incorreto?