Vagabunda
Aperte o play
Demoro mais eu cheguei
Vendo tudo eu retornei
Tubaína outra vez na ativa
O falso cai por terra
Os verdadeiro fica
Pra nóis propaga
Os rap em todo lugar
Liga na mesa de som
Aumenta pra nois canta
Pras porta que não se abri
Nois chuta pra arromba
Com as caixa de som nas costas
Se for preciso leva
Chegando no apetite
A função da contenção
Blindado com os colete
A prova de vasilão
Munito de informação
Batido em rap bom
Represento os maloqueiro
As cria do fundão
E falador vai passar mal
Que nem o samba falava
Então segura sua língua
Não mancha minha área
Fechando de guaraná
Longe das dose de pinga
Eu volto melhor ainda
Marrento e cheio de ginga
Eu vim fazer o melhor
Independente da pegada
E o padrão de qualidade
É o meu respeito na quebrada
Não se abala por nada
Nem se arrasta com nada
As armadilha na esquina
Só quer te manda pra vala

Cuidado
Os noia te guagueta pelas costa
E tem mal intencionado vindo ai
E se vai espera pra que
Sua cara é já sabe
Dinheiro sujo
Veneno pros cana pega você
Os melhor tá na rua
Mais não tá nas piquera
Tá amassado nos metro
De segunda a segunda-feira
Trampista
Acredita que eu também sou mais você
Que um dia nois vira chefe
E manda os chefe se fude
Pra mostra que nois
Tá vivendo e vivam
De a pé ou de busão
De moto ou de carrão
Nois tá na rua
Firmando compromisso com os irmão
De volta sempre sarcaz
Com bem mais disposição

Voltei
Seu pesadelo tá de volta
(Eu voltei)
(Tô aqui)
Voltei
Seu pesadelo tá de volta
(Tô aqui)
Voltei
Seu pesadelo tá de volta
(Eu voltei)
(Tô aqui)
Voltei
Seu pesadelo tá de volta
De volta
Voltei!

Vídeo incorreto?