Voltei Pois Te Amo Vanilda Bordieri e Célia Sakamoto
Pai, estou voltando arrependido do que fiz
Imploro o teu perdão
Os caminhos que andei na tua ausência
Foi tudo ilusão
Dos amigos que eu conheci lá fora
Quando eu mais precisei foram embora
Sozinho então fiquei
Não sou digno de ser chamado de seu filho
Pois contra o céu e contra ti pequei
Senti falta de tudo que tinha em tua casa, pai
Por isso eu voltei

Voltei pra dizer o quanto eu te amo
Voltei pra dizer: só tu és meu senhor
Aprendi lá fora, nada se compara com o seu amor
Aprendi também que o dinheiro não compra
A felicidade, nem tampouco a paz
O prazer é da carne e a alma do homem não se satisfaz
O coração de um filho que já conheceu
O amor verdadeiro que o pai lhe deu
Só em tua casa me sinto seguro, oh meu Deus

O pai abraça o filho com lágrimas nos olhos
Prepara a festa pra comemorar
Dizendo: meu filho, a casa é sua, pode entrar

Vídeo incorreto?