A Velha Guarda da Portela
Chorou, chorou
Até hoje ainda chora
Sua madrinha foi embora
Só a saudade que ficou

Foi triste a despedida
Da Flor Clara do interior

No calor da alegria
No mundo da fantasia
Ela sorria
Sua beleza exuberante
Não esqueço um só instante
Sua magia

Era a Guerreira do samba
Nascida em Minas Gerais
Não esqueceremos mais

Vídeo incorreto?