Vou mudar o rumo dessa história
Pode ter certeza
Viver pelos bares, bêbado na mesa
E conversar sozinho
Não adianta nada
Eu, que sempre fui um homem
Duro de cair
tô sofrendo a falta que me faz aqui
A mulher que um dia eu abandonei.
Deus, como dói por dentro
A volta da paixão
Entra pelo peito, explode o coração
Fazendo a malvada saudade voltar
Vai, pode ir
Sai, sai de mim
Paixão que está matando esse homem
Que é duro e não chora
Vai, pode ir
Sai, sai de mim
Saudade que entrou no meu quarto
Deitou ao meu lado
E não quer ir embora

Vídeo incorreto?