Eu arrecebi uma carta
Foi meu bem que me escreveu.
Abri a carta pra lê
A minha corage não deu.
Só pude ler duas linhas,
Minha vista escureceu,
Ao ler a triste notícia
Que meu bem desprezô eu.

Com esse gorpe doído
Que meu coração sofreu,
Maginei a minha vida,
O que será que aconteceu?
Na carta não explicava
Que prano novo era o seu,
Não cumpriu o juramento
Que a ingrata prometeu.

Daquele dia em diante
Dobrô o sentimento meu.
Acabô minha alegria
Meu viver se entristeceu,
Mas home deve ser home,
Cumprir o destino seu,
Dei ela por esquecida
E disse o derradeiro adeus.

Quando foi um certo dia
Outra carta apareceu.
Na carta vinha dizendo
Do que fez, arrependeu,
Eu mandei dizer pra ela,
Que siga o caminho seu,
Procure um outro amor
Que você pra mim morreu.

Vídeo incorreto?