Eram quatro horas da manhã
O forro estava bom, estava bom

O sanfoneiro Pedro tocava
Sem nunca sair do tom
No exato momento o povo gritava
Dando viva no salão
Uns faziam fogo e foguete
Outros soltavam rojão
E a moçada empolgava gritava
Viva o Pedrão, Viva o Pedrão

Viva o Pedrão, Viva o Pedrão
Era o couro no salão
Viva o Pedrão, Viva o Pedrão
Era o couro no salão
Era velha e menina cheirando Pedro
Viva o Pedrão, Viva o Pedrão

Vídeo incorreto?