Esta terra do nordeste, vale deus é uma peste
Secando o alimento do agreste , deixa a mãe terra enfraquecida

São as águas consumidas no sertão do ceará
A semente já destruída , não têm forças, pra nascer

Espera a gota da vida a cada dia o amanhecer
Pra este solo viver , basta compreender, que você meu irmão

É a nossa solução , da derrota do sertão.

Vídeo incorreto?