Dial 595-escape


Poderia ser um novo dia?
O medo em mim tão profundo
Você me empurra para fora, eu sinto muito
A ausência, perto de mim
O outro lado eu rastejo
Você me empurra para fora, eu caio

Curar as minhas feridas com tudo
Fora que você me complicar
Doente de ciclos, cair a zero
Um pouco como últimos tempos
Meu favorito, pelo menos re-executar
Doente de ciclos, eu salto em cinza

Escapar de um Lar familiar
Memórias ficam sozinhas
Preso Dentro da realidade
Os ímpios descem - eu me escondo

Testando maior mentalidade
Eu me conquistei por este
Um caminho a andar furiosa
Novo espaço existe para além
Em silêncio eu habito
descontente
Permanecer com a semente de Descumprimento

"Tente remover os obstáculos que aparecem", disse o meu mestre
"Não olhe muito longe, você vai tropeçar antes que você esteja mesmo lá"