Foi na carreira das duas, já lá vai
Disse-me a mãe com os olhos rasos de água
A ver da vida que só tem quem daqui sai
E os que aqui ficam têm solidão em mágoa

Fiquei parado à espera do poente
E enquanto a noite me trazia o escurecer
Em frente ao lume com o sono à minha frente
A imaginar o que me iria acontecer

Mal ela sabe
Quanto a queria
Fico acordado a ver passar horas e luas
Talvez um dia quem sabe
Talvez um dia eu… vá atrás dela
E vá na carreira das duas

Já lá vão anos e dela nem sinais
Só os caminhos palmilhados p'la tristeza
Só as saudades é que são cada vez mais
E o tempo passa no correr da incerteza

Ainda me lembro do dia, dos amores
Ainda me lembro das cantigas da ribeira
Quanto maior é a paixão, mais são as dores
Dores que o tempo vai regando a vida inteira

Mal ela sabe
Quanto a queria
Fico acordado a ver passar horas e luas
Talvez um dia quem sabe
Talvez um dia eu… vá atrás dela
E vá na carreira das duas

Vídeo incorreto?